•  

    Trabalho e Terra

    A reflexão sobre o processo de urbanização e o modo de vida nas grandes cidades nos leva obrigatoriamente a considerar a existência de dois espaços fundamentalmente relacionados e interdependentes, o espaço urbano e o espaço agropecuário. Vale ressaltar que ambos se comportam como espaço de produção e espaço de consumo e possuem particularidades e contradições. 

    Neste roteiro, a UGGI Educação Ambiental propõe o estudo do espaço agrário, tendo como exemplo as especificidades do interior paulista. Exploramos tal temática por meio de uma dupla abordagem: trabalho e terra. O estudo tem como enfoque os diferentes tipos de produção agrária, ressaltando as tipificações das relações de trabalho e da configuração fundiária. 

    Para tal estudo, propomos a visita a propriedades agrárias particulares, cujo trabalho é baseado nos preceitos do agronegócio: produção monocultora, técnicas modernas de cultivo, infraestrutura e tecnologia de ponta. Assim, podemos visitar uma das maiores fazendas produtoras de laranja do Estado de São Paulo, ou um moderno centro de distribuição de citrus, que emprega o processo packing house, ou ainda uma granja totalmente mecanizada, com produção de ovos em grande escala. 

    Como forma de contrastar a realidade do agronegócio e revelar a contradição no espaço agrário, sobretudo as desigualdades na distribuição de terras, conheceremos outro modelo de produção, formado por assentamentos rurais, frutos da Política Nacional de Reforma Agrária, localizados na região de Sumaré e Americana. 

    Deixe seu Comentário!
    Nome
    E-mail
    Comentario
    Redes Sociais
    Facebook Twitter Instagram
    Newsletter UGGI
    Cadastre seu e-mail e receba informações sobre viagens UGGI
    Assinar
    Todos Direitos Reservados UGGI @2014 - 2015
    Desenvolvido por PopComm