•  

    Serra da Cantareira / Núcleo Engordador

    O Parque Estadual da Cantareira é uma das maiores áreas de mata tropical do planeta situadas dentro de uma região metropolitana. Os 7900 hectares que compõem a sua área são compostos por espécies vegetais e animais remanescentes da Mata Atlântica.

    O nome Cantareira tem sua origem na palavra Cântaro – vaso cerâmico  para líquidos, e Cantareiras - locais aonde eram armazenados estes vasos, uma correlação com a  grande quantidade de riachos nascentes e córregos que possui nas suas terras.

    Antiga região de fazendas de café,  a área  que pertence ao parque foi desapropriada a partir de 1890 pelo governo estadual. Isto foi feito  com o intuito de recuperar a floresta e preservar e assegurar o fornecimento de água para a Cidade de São Paulo. O problema de São Paulo com a falta de água potável, ao contrário do que se possa imaginar, não é um problema moderno, já em 1864, estudos concluíram que a solução para o desabastecimento de água na capital seria o uso do Ribeirão da Pedra Branca, na Serra da Cantareira, considerando a qualidade de sua água e sua proximidade.

     

                Uma das áreas de visitação do parque é o Núcleo Engordador que tem seu nome dado pelos tropeiros que faziam o comércio de gado entre o interior de São Paulo e a Capital e  paravam neste local (antiga fazenda) para engordar o gado antes de vendê-lo na capital.

    O Núcleo oferece a oportunidade de conhecer um ambiente característico de Mata Atlântica em recuperação, com vegetação densa, árvores altas, arbustos, muitas samambaias, orquídeas e rico em recursos hídricos, como se pode observar nas suas duas principais trilhas: Cachoeira e Macuco.

    Deixe seu Comentário!
    Nome
    E-mail
    Comentario
    Redes Sociais
    Facebook Twitter Instagram
    Newsletter UGGI
    Cadastre seu e-mail e receba informações sobre viagens UGGI
    Assinar
    Todos Direitos Reservados UGGI @2014 - 2015
    Desenvolvido por PopComm