•  

    Serra da Canastra

    A história se repete também aqui na direção do Brasil Central, sempre obedecendo à mesma ordem: os caiapós e os belicosos cataguases dando lugar à presença portuguesa tanto nas entradas e bandeiras quanto na catequização pelos onipresentes jesuítas.

    Interesses não disfarçados na busca por ouro em primeiro lugar e almas em segundo, além de dizimar as nações citadas, trazem cada vez mais europeus à freguesia, que começa a encher os olhos da Metrópole quanto às futuras possibilidades de riqueza.

    A água farta, disputada até os dias de hoje, que permite a vida por meio do plantio e criação, dando apoio à exploração do Oeste, é a mesma que permite novos caminhos desde o litoral até a base da Serra. Ali estão as nascentes do rio São Francisco que irá irrigar o centro sul do nordeste brasileiro.

    Com essa história e nesse cenário, envolvendo os municípios de São Roque de Minas, Vargem Bonita, Delfinópolis, Sacramento, São João Batista do Glória e Capitólio, foi criado o Parque Nacional da Serra da Canastra em 1972, para proteger as nascentes do rio São Francisco. 

    O parque tem 71.525 hectares demarcados e sua área reúne basicamente dois maciços: a Serra da Canastra e a Serra das Sete Voltas, com o vale dos Cândidos no meio. O projeto inicial de 200.000 hectares ainda tramita de gaveta em gaveta nos canais e órgãos competentes. As altitudes no local variam entre 900m e 1.496m (torre da Serra Brava) e a vegetação predominante é a dos campos rupestres, com manchas de cerrado e matas ciliares. Animais silvestres como o tamanduá-bandeira, o lobo-guará,o veado-campeiro, o quati, o mico-estrela, o tucano e a jaguatirica frequentam a região e ali estão preservados. 

    O lado de lá da Serra da Canastra nos reserva muitas surpresas e curiosidades, pois o Araguari, também conhecido como rio das Velhas, é um dos formadores da bacia do rio Paraná. Foi em suas margens que o ouro trouxe a Vila do 
    Desemboque, que anos mais tarde se juntaria a Sacramento, na progressista região de Uberaba, no triângulo mineiro. 

    Com a história local misturando-se ao destino do país, a região é ponto estimulante para o estudo das populações tradicionais, de características regionais, e hoje sofrendo influência do turismo ligado à aventura. 

    Porta de entrada do parque e seus atrativos, São Roque de Minas é nosso ponto de partida para a pesquisa e a aventura. 

     

    Deixe seu Comentário!
    Nome
    E-mail
    Comentario
    Todos Direitos Reservados UGGI @2014 - 2015
    Desenvolvido por PopComm